quarta-feira, janeiro 11, 2006

Fico satisfeito

O feed back é sempre importante. Para sabermos como correram as coisas, para vermos qual a opinião das pessoas, para nos precavermos de erros, para resolvermos dilemas futuros, para melhorarmos da próxima vez, para nos tirar a vaidade, para nos envaidecer, etc...
Recebi ao longo destas últimas semanas o feed back do 1º semestre de aulas, e sinceramente não estva à espera de tanta positividade. Dar Português a alunos de Engenharias é claramente um risco, é um desafio e é, muitas vezes, uma dor de cabeça.
Olhando para as caras deles não sei sempre se estão a gostar, compreender ou interessados no que digo. às vezes consigo-o auscultar, outras nem por isso. Sei quando falho, sei quando podia ter feito melhor, sei o que fiz e o que podia ter feito.
Daí que seja gratificante quando um aluno nos pergunta se pode assistir às aulas de 2º semestre, se tiver horário para isso, por puro gozo ("por ser um escape", nas suas palavras), quando alunos nos agradecem por termos sido úteis na análise e diagnóstico de problemas, por os termos ajudado ao longo do percurso. Ajudado na prática e ajudado a compreender quais as suas dificuldades, ajudado a modificar erros e hábitos enraizados.
Fico satisfeito porque tenho sido o professor que queria ser. Directo, simpático, prestável, terra-a-terra, competente (na opinião dos alunos). Já cometi erros, e vou cometê-los. Já aprendi a lidar com os alunos de maneira diferente da que lidava no início. E mais vou aprender.
Agradeço àqueles que me têm "aturado", ouvido, criticado, e dado o feed back.
Afinal, gosto mais de ensinar do que pensava. Vamos a ver se as portas continuam a estar abertas.

1 comentário:

Raquel Henry disse...

No ensino estamos sempre a aprender, Tiago.
Fica bem, até Domingo