quarta-feira, janeiro 30, 2008

Releituras

Cristo diz: «Dai-me tudo. Não quero tanto do vosso dinheiro, e tanto do vosso tempo e tanto do vosso trabalho: quero-vos a vós. Não vim para atormentar o vosso ser natural, mas para o matar. Meias medidas não bastam. Não quero cortar um ramo aqui e outro ali, quero derrubar a árvore. Não quero meter a broca no dente ou pôr-lhe uma coroa ou obturá-lo: quero extraí-lo.
Dai-me todo o vosso ser natural, todos os desejos que julgais malignos - absolutamente tudo. Em compensação, dar-vos-ei um novo ser. (...) a minha vontade será a vossa.»
Mais difícil e mais fácil, como vêdes, do que o que todos nós temos procurado fazer. Observastes com certeza que o próprio Cristo por vezes se refere à via cristã como muito difícil, outras como muito fácil. Diz ele: «Tomais a vossa cruz.» Quer dizer, vai ser como se fossemos mortos à panncada num campo de concentração. E num minuto depois diz-nos: «O meu jugo é fácil, o meu fardo é leve» E fala a sério em ambos os casos. E pode-se perceber porque é que ambos são verdadeiros.
Ele o disse - um cardo não pode dar figos. Se eu sou um campo onde não há senão sementes gramíneas, não posso produzir trigo. Cortar a relva conserva-a curta: mas continuarei a produzir erva em vez de trigo. E se quiser produzir trigo, a transformação não pode ser só à superfície. Tenho de ser lavrado e semeado de novo.
CS Lewis - Para além da personalidade, Edições Gama, 1946

3 comentários:

Zorze disse...

Não sei se é a primeira vez ou a segunda em que comento no seu Blog. Posso lhe dizer que fiquei impressionado pela quantidade de livros que já leu. Ainda bem.
Quanto a Cristo - vou cometer uma indelicadeza - para quem não aceita opiniões acerca da questão.
Jesus Cristo ( a pessoa, o ser ) já renasceu neste Planeta mais duas vezes e sob forma anónima. É um ser como todos os outros. Só que extrapolado em determinada vida de uma forma gigantesca. Que até deu origem ao AC/DC. Hoje é um Cordenador Evolutivo - no Extrafísico - de alto calibre.Às vezes pequenas coisas criam grandes confusões.

Jorge Oliveira disse...

AHAHAHAHAHAH (sorry, mas não contive o riso com o último comentário)

Quanto ao Lewis, grande texto. Ou morremos ou não vivemos realmente.

Abraços


(Cordenador evolutivo...ihihhi)

Tiagão disse...

46-I Coríntios Capítulo : 2

1 E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.

2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.

3 E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.

4 A minha linguagem e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do Espírito de poder;

5 para que a vossa fé não se apoiasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.

6 Na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não porém a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada;

7 mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos séculos para nossa glória;

8 a qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória.

9 Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.

10 Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus.

11 Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus.

12 Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus;

13 as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais.

14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

15 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido.

16 Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.